Alt

Cardiomiopatia Hipertrófica nos gatinhos

Postado dia 18 de outubro de 2017 por



Entre os gatinhos, a doença cardíaca mais comum é a chamada CARDIOMIOPATIA HIPERTRÓFICA, que representa o espessamento das paredes do coração. Sabe-se que esse problema tem origem genética, sendo os gatinhos das raças Maine Coon e Ragdoll os mais afetados. Os felinos machos e de idade média também apresentam maiores probabilidades de desenvolver essa doença.

Na cardiomiopatia hipertrófica, aos poucos as paredes do coração dos gatinhos, que é uma musculatura, vai se espessando e, consequentemente, a parte interna do coração fica com menos espaço para a passagem do sangue. Em alguns casos o espessamento pode ocorrer no septo, que é a musculatura interna que separa os lados do coração. O coração tem a função de bombear o sangue para todo o corpo, que entra pelas veias e sai pelas artérias. Quando a parte interna do coração é diminuída pelo espessamento da parede (hipertrofia) sua função é comprometida.

Entre as consequências da cardiomiopatia hipertrófica estão o sopro no coração, hipertensão, efusão pleural, arritmia, taquicardia, tromboembolismo arterial e infarto.

É importante ressaltar que nem todos os Pets apresentam sintomas típicos dessa doença, como cansaço, fraqueza e dificuldade respiratória. Os gatos cardiopatas são muito mais discretos em manifestar os sintomas do que os cães, tornando o diagnóstico uma surpresa desagradável para os tutores.

Para diagnosticar esse problema o veterinário solicita exame ultrassonográfico do coração ou ecocardiograma, radiografias do tórax e eletrocardiograma. Testes sanguíneos também são feitos para detectar o hipertireoidismo, que também pode influenciar o desenvolvimento da cardiopatia.

Infelizmente, não há cura para a cardiomiopatia hipertrófica e o tratamento é feito para aliviar as consequências da doença. São prescritas medicações para diminuir a frequência cardíaca, facilitar o esvaziamento do coração, prevenir a formação de trombos, controlar arritmias e a hipertensão arterial. Manter as visitas regulares ao veterinário é fundamental para garantir a qualidade de vida do seu bichano.

Participe do Setembro Vermelho Estima, que acontece dia 16/09, das 09h às 13h. O evento é uma ótima oportunidade para checar a saúde do seu cão ou gato e ficar informado sobre os principais problemas cardiovasculares nos Pets. O diagnóstico precoce salva vidas.

Saiba mais em: http://portalmedicinafelina.com.br/doenca-cardiaca-nos-gatos/

#SetembroVermelho #MêsInternacionalDoCoração #SaúdePet #CombatendoProblemasCardiovasculares #DoençasCardiovascularesNosCães #DoençasCardiovascularesNosGatos #OCoraçãoFala