Alt

Descubra o que é a Piometra em cadelas

Postado dia 21 de maio de 2018 por



Você já ouviu falar sobre a doença chamada Piometra? A Piometra é uma infecção bacteriana que acontece no endométrio das cadelas (tecido que reveste as paredes internas do útero). As Pets que são castradas tem o seu útero removido, e por isso não correm o risco de desenvolver esse problema.

Em outras palavras, trata-se de uma infecção uterina, provocada pelo acúmulo de secreções e de pus no útero. Afeta as fêmeas que atingiram a maturidade sexual (que passaram do primeiro cio), ocorrendo geralmente por volta dos cinco anos de vida. As cadelas que foram submetidas a tratamentos hormonais também são propensas a desenvolver a doença.

A Piometra acontece devido a uma alteração metabólica da progesterona, que causa uma infecção bacteriana. As bactérias atuam nos momentos em que esse hormônio está mais elevado no sangue, por ser o período no qual diminuem as defesas do útero. Essa atividade hormonal pode causar cistos no endométrio da cadela. Tudo isso, em conjunto com a entrada de bactérias, favorece o aparecimento da doença e da infecção. Em algumas ocasiões, ocorre uma resposta inadequada à progesterona, que provoca um aumento na espessura das paredes uterinas.  Se não houver uma gravidez, podem ocorrer formações de cistos que facilitam o crescimento de bactérias no útero. Outro agente causador da Piometra é o uso de hormônios anticoncepcionais nas Pets.

As bactérias que então estão presentes no útero podem se instalar nos rins por meio da corrente sanguínea. É por isso que a Piometra pode levar as cadelas à morte, pois os rins param de funcionar. A única forma de evitar a doença é com a castração.

Existem dois tipos de Piometra:

*Aberta – Em que a cadela apresenta corrimento purulento (com pus). Ocorre normalmente após dois meses que a cadela teve o cio.

*Fechada (colo uterino fechado) – Em que não há presença de corrimento, por isso é uma forma mais silenciosa da doença. É o tipo mais perigoso, pois só é observada no estágio avançado do problema.

Os sintomas podem envolver:

– Pus, que pode ou não escorrer da vagina / vulva (no caso da Piometra aberta)

– Descarga vulvar com líquido espesso, escuro e fétido

– Aumento da sede / aumento da micção

– Alargamento do abdômen (pois o útero se enche de pus)

– Letargia (inconsciência)

– Falta de apetite

– Perda de peso (pois a cadela, estando indisposta, não se alimenta)

– Alargamento do abdômen (barriga inchada)

– Febre

– Desidratação

O diagnóstico é feito por meio de exames laboratoriais (ultrassonografia, hemograma e análise da secreção) e clínicos no consultório. Também são feitos exames para avaliar a função renal, e saber se existe algum comprometimento dos rins.

O tratamento acontece com remédios intravenosos (na veia) e antibióticos para combater a infecção. Geralmente a Pet precisa ficar internada e quando estiver estabilizada, a castração é recomendada para evitar a piora ou a volta da doença. Geralmente essa castração é feita o mais rápido possível para evitar insuficiência renal ou uma infecção generalizada (septicemia).

Saiba mais em: Piometra em cadelas | Tudo Sobre Cachorros http://tudosobrecachorros.com.br/piometra-em-cadelas/#ixzz5GBdCGtrR

https://meusanimais.com.br/a-piometra-em-cadelas/

#Piometra #SaúdePet #Cadelas #MinhaAumigaPet #Catiora #TutorSempreAlerta